sábado, 6 de fevereiro de 2016

Passear a dois!

Ja não íamos ao cinema nem sei bem há quanto tempo, mas julgo que há mais de um ano. A verdade é que o tempo vai passando e quando damos conta 365 dias se passaram. Temos andado cansados, sem tempo para falarmos, olharmos um para o outro, ou fazê-lo sem estar prestes a adormecer de sono. Depois a idade dos nossos pais, já nos 70, inibe-nos de pensarmos em deixar a pequena durante a noite com eles (e muito menos mais que uma noite!). Sabemos bem que é cansativo, e temos sempre receio que ela estranhe. Assim, há que aproveitar as tardes. Hoje, depois do almoço, rumamos aos meus sogros. Ela adormeceu pelo caminho, e manteve-se a dormir depois de lá chegarmos e nós lá fomos à nossa vida, sem pesos na consciência! Fomos ao cinema ver o "horas decisivas" e adoramos! Eu cá pontuava pelo menos 8/10. E foi fantástico estarmos um pouco centrados em nós como casal, falarmos sem sermos interrompidos, lancharmos sossegados, dar a mão no "escurinho" do cinema... Temos de fazer isto mais vezes. Foi mesmo bom. Não costumamos fazer porque sentimos que durante a semana há pouco tempo para estar com ela, e que os fins de semana são demasiado curtos para prescindirmos de uma tarde com ela. Mas depois entramos numa espiral que faz com que o casal, como casal, não tenha muito tempo para respirar. Por isso, esta bolha de oxigénio, soube mesmo a isso. 

3 comentários:

  1. Eu percebo exactamente o que dizes. No meu caso só posso contar com a minha sogra para ficar com a minha filha. Como ela já fica com ela durante a semana, quando trabalhamos, ao fim de semana, muitas vezes custa-nos pedir porque sabemos que ela precisa de descansar. Sentimos muito a falta de momentos a dois. Às vezes é uma correria e há dias em que sinto que nada faço pelo casal. Quando temos esses raros momentos a dois, aproveitamos ao máximo!

    ResponderEliminar
  2. Percebo-te tão bem!
    Este sábado o Diogo ficou com a avó, dormiu lá e eu consegui dormir até as 10h30. Normalmente ao Domingo acordo as 7h00!

    ResponderEliminar
  3. Já não faço um programa a dois há mais de 1 ano... e sinto tanta tanta falta.... :(

    ResponderEliminar

Deixa aqui uma palavrinha! Obrigada