sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Como colher urina de uma bebé

Infelizmente, por força das circunstâncias e de uma maldita infecção urinária na bebé, tive de aprender a colher urina. Deram-me os saquinhos próprios e o recipiente para colocar a urina. No entanto, a colheita numa menina pode não ser simples de fazer. Assim deixo aqui algumas considerações e dicas, que aprendi por várias tentativas/erros:

1. Lavar bem a região vaginal da bebé e secar com toalha limpa.

2. O saco para colher a urina tem uma zona adesiva de colar na região vulvar, no entanto descola facilmente, principalmente se tentarmos colocar uma fralda na bebé (de forma a não sermos brindados com um cocó nas mãos). Ainda sobre "colar o saco", a parte mais importante de verificar que ficou bem aderida é na região entre os lábios vaginais e o anús, para que a urina não "escape" por ali.

3. Não colocar uma fralda por cima do saco! Quando derem conta a bebé fez o seu chichi, o saco descolou e vocês perderam a urina. Deixar a bebé despida da cinta para baixo e tentar não descolar o saco! 

4. Convém que a criança não se mexa em demasia, e a solução encontrada cá em casa passou por dar-lhe de mamar em loop, até ela urinar enquanto mama (mamar é um excelente estimulo para fazê-las urinar!). Se a vossa bebé já não mamar, experimentem dar um biberão de leite/água com ela ao colo. No meu caso cobri as minhas pernas com uma toalha e uma fralda aberta (para prevenir ser atingida por um cocó). Quando elas já não quiserem estar deitadas colocá-las em pé no vosso colo aguardando que urinem. 

5. Logo que a bebé urine, descolem o saco com cuidado, para não virar, e deitem no recipiente próprio.

Apesar de todos os cuidados de higiene com a bebé, fomos brindados por esta surpresa... tenham sempre cuidado com a forma como limpam as bebés (sempre da frente para trás), não deixem ficar os cocós muito tempo (se derem conta que esta bebé está suja) e mesmo assim, tal como nos aconteceu a nós, nada vos garante que não aconteça, simplesmente mais vale tentar prevenir ao máximo!

Ia-me esquecendo: não desistam e sigam sempre as indicações que o médico/médica vos deu! 

4 comentários:

  1. As melhoras! E coragem para a mãe. Os nossos corações ficam tao pequenos quando os filhotes andam doentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficamos mesmo de coração bem apertadinho...

      Eliminar

Deixa aqui uma palavrinha! Obrigada